Crianças vão receber projeto de saúde ocular itinerante

27/11/2011 00:08

 

 

Os problemas visuais respondem por grande parcela de evasão e repetência escolar, pelo desajuste individual no trabalho, por grandes limitações na qualidade de vida, mesmo quando não se trata ainda de cegueira. Dados epidemiológicos disponíveis para o Brasil mostram que 30% das crianças em idade escolar e 100% dos adultos com mais de 40 anos apresentam problemas de refração que interferem em seu desempenho diário e, como consequencia, na autoestima, inserção social e na qualidade de vida dessas pessoas. 

Para garantir assistência oftalmológica qualificada à população, o Hospital Betttinareferência na área no Estadoé um dos 29hospitais que integram o Sistema Único de Saúde (SUS) no País a aderir ao ProjetoConsultórios Itinerantes, o qual é integrado ao Programa Saúde na Escola (PSE),implementado pelos Ministérios da Saúde (MS) e da Educação (MEC).

O Programa Saúde na Escola objetiva prestar assistência, preferencialmente escolar, em consonância com as políticas nacionais de saúde e de educação, além de incrementar novo cenário de ensino-aprendizagem na formação de profissionais de saúde capacitados a atender às demandas nos campos da saúde ocular e bucal.

 

Reportagem Completa: http://www.bettina.ufpa.br/index.php?option=com_content&view=article&id=551:bettina-recebe-projeto-federal-de-saude-ocular-itinerante&catid=1:familiares-de-portadores-de-sdrome-de-down-se-re

 

© 2011 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode

http://1.gravatar.com/avatar/1ff4f5df57048afd7c6679baac82227d?s=128&d=identicon&r=G